terça-feira, 29 de maio de 2012

sexta-feira, 25 de maio de 2012

WEB FESTIVALDA

O FestValda nasceu com o propósito de descobrir novos talentos musicais no meio universitário brasileiro. No início, a participação foi restrita apenas aos músicos dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Com o sucesso crescente, o FestValda abriu as portas para bandas de todo o país a partir da sua 8ª edição, no ano de 1998.

Maiores informações: webfestivalda.com.br

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Escurinho vence Festival de Música do Gangaço

Escurinho vence Festival de Música do Cangaço

Publicado em 29/04/2012, Às 23:03

Escurinho, campeão na música do cangaço
O cantor, compositor e ator Escurinho, que todo mundo imagina paraibano, nasceu em Serra Talhada, no sertão pernambucano, terra de Lampião. E foi em em sua cidade natal, que  Escurinho acabou como grande vencedor da segunda edição do Festival de Música do Cangaço. Ele ganhou na categoria Melhor Música, com Nas estradas de Bom Nome, e arrematou a noite com o prêmio de Melhor Intérprete.
O festival de Serra Talhada, promovido pelo Ponto de Cultura Cabras de Lampião, comprova que a época de ouro dos festivais passou, mas o compositor brasileiro continua interessado em participar deste tipo de certame.
Das 20 músicas finalistas, havia concorrentes do Amapá, São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Bahia. Aliás, dos cinco primeiro colocados, apenas um é de Pernambuco: Rui Grude, o Astro dos Pés Descalços, cantor bastante popular na cidade. Ele ficou em quarto lugar com Brasil, o cangaço e Lampião.
As cinco canções vencedoras do II Festival de Música de Cangaço de Serra Talhada:
Nas estradas de bom  nome, Escurinho (inscrito como de João Pessoa- PB), defendida por Escurinho.
Em versos quebrados, mulher no cangaço, de João Sereno e Maviel Melo (Juazeiro- BA), interpretada por Carlinhos Pajeú.
Flores do cangaço, Tavinho Limma e Sandro Livarck (Ilha Solteira- SP), interpretada pelos autores
O Brasil, o cangaço e Lampião, de Rui Grude (Serra Talhada-PE), interpretada pelo autor
Um cangaceiro e um cão, de Artur Silva (Guarabira-PB), interpretada por Laerson Alves.


Postado por José Teles (Jornal do Commercio - Recife/PE)